Ouça agora

Ouça agora

El Niño começa a perder força, mas efeitos ainda continuarão sendo sentidos pelo país:

Postado em 31/01/2024 por

Compartilhe agora.

O pico do El Niño na temporada 2023/2024 pode já ter acontecido, o que inicia o processo de enfraquecimento do evento climático, como aponta a MetSul Meteorologia. O indício de perda de força do fenômeno foi detectado a partir da análise da temperatura da superfície do mar.

Usualmente, a medição da temperatura do mar na região 3.4, no Pacífico Equatorial Centro-Leste, é usada oficialmente para constatar a presença do El Niño e a sua força. A avaliação mais recente confirmou a temperatura de +1,7°C, índice 0,4°C mais baixo do que os valores registrados na mesma região em novembro do ano passado.

O departamento americano National Oceanic and Atmospheric Administration (NOAA) aponta que o evento climático deve perder força gradualmente, com um cenário que caminha para a neutralidade, sem fortes influências de El Niño e La Niña no segundo trimestre do ano. Contudo, de acordo com a MetSul, apesar de o fenômeno ter atingido um pico e entrar em fase de enfraquecimento, os efeitos do El Niño devem continuar a ser sentidos no país.

Segundo o Inmet, a fase neutra é quando não se tem nenhum evento do El Niño nem do La Niña, e são mantidas as condições comuns às estações. Primavera e verão são as mais quentes, e provocam mais chuvas.

El Niño

O El Niño é o nome do fenômeno climático em que acontece o aquecimento das águas do oceano Pacífico, nas proximidades do Peru. Não há uma sazonalidade específica para acontecer, apesar de ser mais visto em dezembro, quando é verão no hemisfério Sul.

O fenômeno impacta a circulação das águas. O El Niño modifica diretamente a temperatura terrestre, ocasionando chuvas ou secas intensas e o aumento da temperatura da Terra. Não há uma explicação definida do que causa essa alteração, mas especula-se que tenha alguma relação com as mudanças climáticas.

La Niña

Ao contrário do El Niño, o fenômeno climático acontece a partir do resfriamento das águas das partes central e leste do Pacífico Equatorial. Além disso, é caracterizado também por mudanças na circulação atmosférica tropical, o que impacta nas temperaturas e chuvas em todo o mundo.

Fonte: Metsul Meteorologia

Deixe um comentario

Estamos felizes por você ter optado por deixar um comentário. Lembre-se de que os comentários são moderados de acordo com nossa política de comentários.

16 − quinze =