Ouça agora na Rádio

N Notícia

Obras de acesso asfáltico trazem otimismo no Noroeste do Estado

Obras de acesso asfáltico trazem otimismo no Noroeste do Estado

O secretário de Logística e Transportes, Juvir Costella, deu continuidade ao roteiro de vistorias em obras de infraestrutura rodoviária pelo Rio Grande do Sul. Na sexta-feira (6/9), o titular da pasta fiscalizou os trabalhos em mais três municípios: Cândido Godói, Ubiretama e Bossoroca.

Em Cândido Godói, Costella conferiu a retomada da pavimentação asfáltica da ERS-165, no trecho que liga o município a Cerro Largo.

"A postura que o governo do Estado assumiu quanto às obras rodoviárias é clara: não iniciaremos as novas sem antes concluir as que já estão em andamento", disse o secretário. "Nesse sentido, a ERS-165, em Cândido Godói, está entre os serviços de pavimentação que reúnem as melhores condições de serem entregues neste primeiro momento."

O prefeito de Cândido Godói, Valdi Luís Goldschmidt, comemorou o investimento. "Já havíamos perdido a esperança de ver a obra concluída, portanto estamos muito felizes", afirmou. "Teremos finalmente uma ligação com Cerro Largo, o que ajudará o município a se desenvolver."

A pavimentação da ERS-165, em Cândido Godói, conta com investimento de R$ 2,8 milhões da Contribuição de Intervenção no Domínio Econômico (Cide). Serão asfaltados os cinco quilômetros que restam do total de 14 quilômetros do trecho.

No início da tarde da sexta-feira (6/9), Costella participou de reunião na prefeitura de Ubiretama e vistoriou o acesso ao município, que também teve as obras reiniciadas neste dia. "Estamos aqui tanto para fiscalizar a obra quanto para garantir à empresa contratada que os recursos serão destinados aos serviços", disse o secretário. "Em seis meses, deveremos entregar uma rodovia em condições de trafegabilidade e segurança à comunidade regional."

De acordo com o prefeito em exercício de Ubiretama, Orlando Rozek, a obra irá gerar desenvolvimento. "Esse acesso mudará significativamente o potencial econômico do nosso município. Temos empresas de laticínio aguardando a conclusão da obra para se instalarem aqui", informou.

Serão investidos no acesso a Ubiretama R$ 5,7 milhões do Tesouro do Estado, em contrapartida ao financiamento do BNDES para as obras de duplicação da ERS-118, na Região Metropolitana. Os trabalhos no acesso deverão ser concluídos em março de 2020.

O secretário vistoriou, ainda, as obras de recuperação da ERS-168, entre Santiago e Bossoroca. Os trabalhos estão em execução no trecho, com investimento de R$ 3 milhões em recursos da Cide.

"É uma das rodovias em pior situação de trafegabilidade no Rio Grande do Sul, por isso foi incluída no Plano de Obras 2019", afirmou. "Pude verificar pessoalmente o estado crítico do asfalto e queremos o quanto antes devolver as condições de tráfego para os usuários desta via."

Texto: Raphael Nunes, com supervisão de Júlio Cunha Neto/Ascom Selt
Edição: Marcelo Flach/Secom

FONTE: https://estado.rs.gov.br
Link Notícia