Ouça agora na Rádio

Ouça agora

Safra 2018/19 deve ser recorde, com alta de 5,7%, diz Conab:

Postado em 11/07/2019 por

Compartilhe agora.
divulgação

A produção brasileira de grãos deve atingir 240,65 milhões de toneladas, mais um recorde da série histórica. O crescimento deverá ser de 5,7% ou 13 milhões de toneladas acima da safra 2017/18. A área plantada está prevista em 62,9 milhões de hectares, o que representa um aumento de 1,9% em relação à safra anterior. As informações fazem parte do 10º Levantamento da safra de Grãos 2018/19, da Companhia Nacional de Abastecimento (Conab), divulgado nesta quinta-feira.

Principais culturas de inverno deverão ter incremento de área e de produção no RS

As principais culturas de inverno deverão ter incremento de área e de produção no Rio Grande do Sul nesta safra, com exceção da canola. A projeção é da Superintendência da Conab no Rio Grande do Sul, que divulgou hoje o 10º levantamento da produção nacional de grãos. O levantamento, realizado na última semana de junho, foi o primeiro do atual ciclo executado a campo. A projeção para a aveia grão é de 677,2 mil toneladas, o que representa crescimento de 11,1% em relação ao ciclo passado. A semeadura está praticamente concluída e as lavouras encontram-se em desenvolvimento vegetativo e início de florescimento. Na cevada, estima-se uma safra de 152,9 mil toneladas, uma alta de 15,8%. A semeadura já passa de 85%. O grão destinado a ração não foi levado em conta no levantamento. No caso do trigo, a principal cultura de inverno, a Conab calcula uma produção de 1,936 milhão de toneladas, 3,4% superior ao obtido no ano passado. A área projetada é de 702,2 mil hectares, 3% maior do que em 2018. Segundo o assistente da superintendência no Rio Grande do Sul, Carlos Roberto Bestetti, esta área pode aumentar ainda mais, uma vez que o clima está favorável ao cultivo. 

Correio do Povo

Link da Notícia

Deixe um comentario

Estamos felizes por você ter optado por deixar um comentário. Lembre-se de que os comentários são moderados de acordo com nossa política de comentários.